Nossa Rota

Lizard Island – Uma ilha especial!

Postado por | Postado em Blog dos Convidados | em 15-09-2010

Lizard Island tem praias lindas, aqui a agua é clarinha e dar para megulhar, não tem crocodilo! Na ancoragem tem various veleiros e catamarans, um bom sinal! Na proxima praia tem um resort bem chique e exclusivo.

Subimos uma trilha até o alto da montanha no ponto mais alto do ilha, vi um monte de lagartixas. Foi no alto dessa mesma montanha que em 1770, James Cook subiu quando o barco dele, O Endeavour, ficou encalhado no reef durante 33 horas, como naquela epoca nao tinha GPS, a unica solucao foi subir na montanha para ver onde tinha saida do reef. De acordo com os lucais, a vista de la não mudou muito desde a epoca do Cook. Ao chegar no topo da montanha contribuimos com a tradicão do cairns. Essa tradicão consisti em a crescentar uma pedra a pilha já exsitente contribuindo assim para aumentar o seu tamanho.

A tarde fomos para o resort para tomar uma cerveja no bar. Chegamos na praia e perguntamos a um casal sentada na areia a onde ficava o bar. Alex e Emma são um casal brasileiro e australiana que trabalham no resort. Eles nós convidamos para tomar uma cerveja na casa deles. Ficamos bons amigos.

Os clientes do resort, sao na maiora, casais em lua de mel. Eles pagam $3000 a noite para ter sua propria praia enquanto que para a gente, a mesma praia, com um visual melhorado, sai de graca! Na noite anterior eles tiveram um casamento na praia chamada Mermaid Cove, ha poucos metros da nossa ancoragem.

Agora me sinto muito em casa no Vagabond. Nas primeiros dias era dificil adaptar-me. Eu estava em duvida, que eu estou fazendo aqui? Estou maluca, vem aqui para ficar no barco com uma pessoa que eu nem conheco!?

Agora já me acustomei com a vida mais lenta, sem correria. Acostumei rapido a tirar uma soneca depois do almoço e pude acabar de ler o meu premeiro livro em portugues. Diario de Boardo de Andre Homen de Melo, que deu volta no mundo num veleiro sem escalas em solitario. Aprendi muito sobre navegacão lendo este livro e tambem melhorei muito meu portugues. Mas não tenho nenhuma vontade para fazer a viagem dele. Não aquento o frio e tambem não quero ficar tanto tempo sozinha.

Tem tambem a Jessica Watson uma menina australiana de 16 anos que fez essa mesma viagem com veleiro cor de rosa. Se eu tivesse dando valtar no mundo eu queria conhecer todos os lugars, pais e ilhas no caminho. O que uma travessia como a do Andre, não possibilita.

Depois do almoço estavamos tirando sonequinha quando o Alex e Emma cheou de kayak para convidar a gente para festa na praia das funcionarios do resort. Todo mundo ja estava bebedo, tinha punch, cerveja, vollei e uma lula de brinquedo gigante boiando na praia. Cohecemos mais uma brasileira chamda Ione, que tambem trabalha ali e outros velejadores incluido o Les, que morava em Manchester, cidade onde eu tambem morava. O barco de Les ficou muito tempo na mesma Marina que o barco de Jessica Watson.

Convidamos os brasileiros para passear no Vagabond. Tivemos sorte que o resort tinha pouco movimento nessa dia e eles estavam de folga. Para o Alex era o primeiro vez num barco.

Fomos até Turtle Beach, uma prainha linda com corais em volta. Logo que desceu a anochora pulamos na aqua transparente. Pegamos snorkles, pé de pato e vimos um monte de peixes coloridos, estrelas do mar e outros bichos do mar que eu não sei descrever em portugues. Nunca tinha visto tantos peixes lindos, foi como estar nadando dentro de um aquario.

Ajudei Crisa a limpar o casco do barco. Olhando por baixo da agua o Vagabond parece uma baleia gigante. A Emma trouxe um piquinique bem chique, o mesmo que é servido para os casais do hotel que estão fazendo lua de mel. A praia era só nossa e sentamos na sombra embaixo de uma pedra. Comemos varios tipos de queijo, frutas secas e bebemos um chapmpagne frances carissimo.

Velejamos na volta e com o casco limpo o barco o Vagabond estava voando! Assistimos um por do sol lindo, foi um dia joia e inesquecivel.

Eu estava muito triste por ter que ir embora de Lizard Island no dia seginte.
Exibir mapa ampliado

Envie um Comentário